Depois do sucesso que foi Bayonetta, seria muito estranho a PlatinumGames não aproveitar este grande titulo e fazer-lhe uma sequela. A verdade é que foi preciso passarem-se anos até que em 2014 a Nintendo revelou que a sequela seria lançada em exclusividade para a Nintendo Wii U. Foi uma grande surpresa, confesso, mas será que mereceu a consola com que se casou? Não muito, devido às baixas vendas do hardware. Porém, em 2018, querendo aproveitar o sucesso da Nintendo Switch, a PlatinumGames e Nintendo decidem mais uma vez invocar a bruxa!

Bayonetta 2 leva-te mais uma vez para o mundo onde a violência fala mais alto que tudo o resto. Desta vez, a história desenrola-se à volta de Jeanne, cuja sua vida foi ceifada por um dos demónios descontrolados de Bayonetta, e a sua alma foi levada para o inferno. Não aceitando o trágico desfecho da sua parceira, Bayonetta decide partir numa jornada até ao inferno para salvar Jeanne. Ainda que parecendo simples, tudo irá se tornar mais confuso assim que Loki, um rapaz com poderes misteriosos, se cruzar com Bayonetta. Apresentando um novo plot à história, é aqui que a verdadeira aventura começa!

O estilo de jogabilidade mantém-se praticamente o mesmo, esmurrando tudo e todos os mal intencionados que te aparecerem à frente, não esquecendo das poses atrevidas que Bayonetta executa enquanto luta. O humor continua presente, e a prova disso foram os risos que me denunciaram ao longo do videojogo. Em acréscimo, é possível jogares com mais personagens, como por exemplo a Jaenne, assim que cumpras os requisitos.

Desde combos a acessórios, quem já conhece e jogou Bayonetta irá sentir-se em casa. Tanto como na versão da Nintendo Wii U é possível usar amiibos para obter vários itens, armas, e ainda roupas temáticas do mundo Nintendo, como Link, Samus, Peach, Daisy e ainda o Fox McCloud. Se tens uma boa colecção de amiibos em casa, então está na hora de tirar o máximo partido deles!

Outra nova adição, relativamente a entidades hostis, é a aparição de demónios. Cada um tem a sua própria entrada num livro demoníaco, tal como já havia com os anjos no primeiro videojogo. Ambos anjos e demónios estão mais “belos” e estranhos que nunca, com aparências bem únicas. Não sei onde foram buscar tanta imaginação para este videojogo!

Uma coisa que notei em Bayonetta 2 foi que, comparando a dificuldade do nível “Normal” com a do primeiro videojogo da franquia, achei a sequela bem mais fácil. A quantidade de vezes que tenho que fazer button mashing também são bem menores. O dano recebido dos inimigos também é inferior, pelo que raramente dou por mim a perder as partidas. Até os níveis de desafio Muspelheim são estupidamente mais fáceis! Nem merecem ser chamados de “desafios” se quer.

Bayonetta 2 dá-te a possibilidade de jogares com um amigo no modo “Tag Climax”. Seja online ou local wireless, há vários desafios em que podes enfrentar com alguém que tenha uma cópia do videojogo. Estes desafios são desbloqueados conforme vais passando o modo história.

Este videojogo definitivamente não desaponta no departamento gráfico! Mesmo tendo a resolução de 720p, tanto na dock como em modo portátil, tenta-se agarrar ao máximo nos 60 fps, um frame rate obrigatório para este género de videojogos. A qualidade dos detalhes foi drasticamente aumentada. As cores estão mais vivas e ricas deixando-te ter uma experiência de excelência, onde quer que vás.

Ainda em termos de portabilidade, tal como havia na versão da Nintendo Wii U, é possível fazer uso do ecrã táctil para realizar os ataques. Algo que não aconselho muito, caso estejas a tentar fazer a melhor pontuação possível, já não é tão viável e preciso quanto usar o comando.

Na parte musical, pois… é Bayonetta, por isso só podia ser boa! As músicas são sem dúvida épicas e algumas delas até parecem ser tiradas de filmes. Uma das músicas que me fica queimada na cabeça é a Tomorrow is Mine, que está a ser reproduzida em quase todas as batalhas, e é fantástica!

Bayonetta 2 é um must-have para a tua consola! Um óptimo videojogo para aliviar o stress. A Nintendo Wii U não conseguiu levar o videojogo a todos os fãs do primeiro videojogo, mas isso agora será de certeza vingado com a sua entrada na Nintendo Switch. Ficando desejoso de conhecer a próxima sequela de Bayonetta, já anunciada, deixo um grande carimbo de aprovação para este!

Bayonetta 2 está disponível para Nintendo WiiUNintendo Switch.

Estás com boas expectativas para o terceiro videojogo da franquia Bayonetta?