O Cubo Geek teve o prazer de ser convidado a estar na apresentação à imprensa de um dos mais antecipados videojogos desta geração, o exclusivo Playstation 4, no Edifício LACS, junto ao Porto de Lisboa.

Mas antes de colocarmos as mãos no tão antecipado videojogo, tivemos uma breve apresentação por parte de João Lopes, da Sony Interactive Entertainement Portugal, que rapidamente passou a palavra a Jon Paquette. O principal argumentista por detrás do videojogo desenvolvido pela Insomniac Games, falou-nos um pouco sobre o videojogo que ajudou a desenvolver ao longo dos últimos anos (e que entrou em fase Gold no passado dia 30 de Julho).

Jon Paquette fez então um breve resumo do que poderemos encontrar neste videojogo baseado no aracnídeo da Marvel. A ambição da Insomniac Games é grande com este videojogo, e isso é demonstrado no facto de Marvel’s Spider-Man apresentar uma história totalmente nova. Usando assim as personagens que conhecemos, e mantendo-as fiéis às suas raízes, Marvel’s Spider-Man não se basea em nenhum arco narrativo nem da banda desenhada nem dos filmes.

Paquette mencionou também que vamos acompanhar Peter Parker, 8 anos após se graduar. Actualmente, o jovem herói de Nova Iorque, trabalha como cientista num laboratório, e vamos assim acompanhar as duas vidas deste, a de super-herói defensor da cidade e a de um rapaz normal que trabalha para pagar as contas. Este choque de mundos é facilmente perceptível na cerca de hora e meia a que tivemos acesso e da qual falaremos mais abaixo.

Ao longo do videojogo vamos enfrentar vários vilões, como era esperado após o tease no trailer da E3 com a presença dos Sinister Six. Mas o foco parece ser em Mister Negative, que deverá ser o principal causador de problemas ao aranhiço. Como já sabemos, MJ também estará presente no videojogo, e poderemos controlar a personagem em alguns momentos de investigação. Alias, já no trailer da E3 pudemos ver um pequeno momento que já apontava para isso, demonstrando que a Insomniac pretende que exista uma grande variedade a nível de jogabilidade ao longo da duração do videojogo. Claro que há muitas outras personagens presentes e surpresas inesperadas das quais não podemos falar por agora e que terão de descobrir por vocês daqui a cerca de um mês.

No que toca à jogabilidade em si, a Insomniac acertou por completo no ponto-chave de um videojogo com o Homem-Aranha como protagonista. Andar pelas ruas de Nova Iorque é uma maravilha! É tudo aquilo que queremos de um videojogo com o aracnídeo da Marvel. É quase relaxante andar pela cidade a balancear-nos de prédio em prédio, e vermos toda a acção abaixo dos nossos pés, com a vida a decorrer tranquilamente. Os movimentos do herói são extremamente fluídos e dinâmicos.

A mecânica de combate é aquela que já vimos muitas vezes, e segue especialmente o padrão inserido pelos videojogos da saga Batman: Arkham da Rocksteady. A verdade é que a Insomniac não está aqui para reinventar a roda, e o combate em Marvel’s Spider-Man é intuitivo e veloz. Num momento estamos a dar murros e pontapés a um capanga qualquer, e noutros estamos a esquivar-nos por baixo das pernas de outro ou a atirar-lhe teia para que fique imóvel enquanto usamos uma combo específica noutro tipo de inimigo diferente.

Também aqui parece que teremos a possibilidade de múltiplas abordagens a um mesmo local, pois num local em particular podemos entrar porta adentro para enfrentar um bando de criminosos ou de forma mais sorrateira através de tubos de ventilação. De novo, tudo isto relembra de forma muito clara aquilo que foi feito pela Rocksteady, e sinceramente, não nos podemos queixar.

Há muitas outras coisas usadas em Marvel’s Spider-Man que já vimos noutros videojogos de mundo aberto (missões e objectivos secundários, torres de controlo que desbloqueiam pontos de interesse no mapa, skill trees, etc), e que já esperamos neste modelo, e de novo, a Insomniac não inventa e utiliza todas estas mecânicas adaptadas ao mundo de Peter Parker.

Após um momento de maior intensidade como Homem-Aranha, entramos na vida de Peter Parker, e no seu trabalho como cientista, onde tivemos a oportunidade de experimentar dois tipos de mini-videojogos interessantes, que permitem desanuviar dos momentos mais intensos do videojogo. Não espero que sejam muito frequentes no videojogo, mas é bastante possível que haja mais variedade de tarefas ao longo da sua duração.

Houve também ainda a oportunidade de experimentar tarefas mais secundárias como parar crimes que estão a ocorrer no mapa de videojogo, e ganhar tokens que podemos gastar em upgrades no nosso fato ou em gadgets, ou ainda de visitar locais icónicos da cidade de Nova Iorque. Estes, quer baseados em pontos verdadeiros ou referências a um maior Universo Marvel (sim, podemos ir até ao edifício dos Vingadores) que deixarão os fãs em delírio!

Visualmente, o novo videojogo da Insomniac é incrível. O nível de detalhe é absolutamente espectacular e está ao nível do visto noutros pontos de referência da consola da Sony como God of War, Detroit: Become Human ou Uncharted 4: O Fim de Um Ladrão. Podemos ir até ao topo do edifício mais alto de Nova Iorque, e ver lá em baixo os carros e as pessoas, que parecem formigas, e olhar em nosso redor e ver o Mar azul ou a ponte de Brooklyn em todo o seu esplendor.

Para finalizar, experimentámos o fato branco visto em todo o marketing do videojogo (não vamos revelar como obtemos nem porquê trocamos porque queremos que todos tenham uma experiência o mais spoiler-free possível quando o dia 7 de Setembro chegar, mas inicialmente não começamos com este fato), e este dá acesso a gadgets mais avançados e armas que nos permitem ainda mais liberdade em como enfrentamos cada desafio. Esperem ainda mais fatos na versão final, pois apesar de estarem sombreados, parecem existir um total de 25 fatos disponíveis em todo o videojogo.

Marvel’s Spider-Man só vai estar disponível a 7 de Setembro, mas desejaríamos puder já hoje continuar as aventuras de Peter Parker pelas ruas de Nova Iorque na nossa Playstation 4. Esta versão que experimentámos parece extremamente aproximada daquilo que vamos poder jogar no próximo mês, e as expectativas estão elevadíssimas para o que deverá ser um dos grandes videojogos desta geração.

Marvel’s Spider-Man tem data de lançamento marcada para 7 de Setembro em exclusivo para Playstation 4.

Entusiasmado com a chegada de Marvel’s Spider-Man?