“Doppelgänger”

Roy volta! Black Siren finge ser a Laurel! Lance e o Oliver nega o fato ao Diggle. Tudo isto e mais neste episódio!

E aquele final com Oliver a falar com Thea? A dizer-lhe para ir embora com Roy? Isso é que é um bom irmão a dizer “devias ir”. Basicamente se ela concordar será a última vez que vemos esta actriz na série juntamente com o Roy. Ou talvez esta historia da League of Assassins venha a ser algo sério. Como Malcom Merlin foi o ultimo Ra’s Al Ghoul isso faz com que Thea seja a herdeira do trono. Sempre gostei muito desta parte da série ao longo das temporadas todas portanto não me importo nem um bocado!

  Primeiras Impressões Da 1ª Temporada De Titans

Roy esteve este tempo todo escondido em St. Roch. Já agora é de lá onde os Hawks são. De qualquer maneira a última vez que vimos o Roy ele assumiu a identidade de Green Arrow para salvar Oliver. Ele ainda é uma pessoa de interesse ainda que o FBI esteja a investigar Oliver. Obviamente Diaz queria usar Roy como vantagem sobre Oliver para tentar obter alguma espécie de confissão que levasse ao ponto de piorar o estado actual do presidente de Star city.

Uma coisa que gostei foi quando souberam que Roy era a testemunha surpresa contra Oliver. Ninguém pensou que ele tinha traído a equipa. Toda a gente chegou logo à conclusão que ele estava a ser obrigado a fazer aquilo e estava preso contra a vontade dele. Mas agora Roy está a salvo e supostamente sem ele o FBI não tem caso. Portanto… Todo aquele arco sobre a agente especial atrás de Oliver acabou assim? Quando uma advogada entra e diz “Eu consigo fazer tudo desaparecer”. Ok… Um bocado estranho mas está bom. Dará mais espaço ao Oliver para continuar como Arrow nesse caso.

Neste momento Diaz continua a ganhar de longe. Tem os seus agentes espalhados pela cidade. Alguns polícias normais outros em postos mais importantes mas ele controla Star City praticamente. E agora com mais 70 milhões de dólares só vai ajudar mais a sua campanha. E agora a chefe da polícia quer vender as coisas da polícia que não são vendidas para ganhar mais 30 milhões de dólares. O objectivo de Diaz é simples. Despachar o Arrow e a sua equipa assim é mais fácil vender a sua droga.

  Agora Já Ninguém Goza Com O Aquaman!!

Depois temos a Black Siren que está a jogar nos dois lados. Se calhar vai ser boa no final da temporada, se calhar não. Neste momento só podemos ficar a ver como se desenrola tudo isto. Gostei daquela referência a The Flash pela enfermeira. Ela ao dizer que viu a Laurel sem vida “mas se existe um homem por aí que corre mais rápido que a luz então nos temos que acreditar no impossível”. “Acreditar no impossível” (beliving in the impossible) foi o que Barry disse naquela pequena narração logo no inicio da 1ª temporada.

Talvez a verdadeira razão que o Roy tenha aparecido neste episódio e no episódio a seguir tenha haver com a nova série que vai sair. Titans tem sido anunciada poucas vezes por aí e muita gente acha que o Roy vai aparecer lá como Arsenal mais uma vez. Se isso for verdade será ainda mais uma série da DC Comics que irá dar em simultâneo. Espero bem que isso não aconteça porque já estou a perder conta de quantas personagens em séries diferentes tenho que me lembrar pois podem ou não ter conexão com as personagens já existentes nas séries ou nos comics.

Continuando depois deste aparte. Arrow não dá para a semana. Por alguma razão a série só voltará com o seu novo episódio dia 29 de Março tendo 2 semanas de férias. Foste avisado amigo. Mas agora eu quero saber…

O que é que achaste do Roy neste episódio?